domingo, 5 de julho de 2015

Falseabilidade de Popper, a falsificacao do metodo cientifico.



Karl Popper cometeu a circularidade ou tautologia exatamente quando criticou a inducao com alguns exemplos de inducoes ma sucedidas.

Veja que ele quis invalidar todo tipo de inducao com a citacao de apenas alguns poucos exemplos, como coisa que isso o que ele fez nao fosse uma inducao da inducao. Ele diz que se corvos vermelhos foram encontrados isso invalidaria a afirmacao universal indutivista de que todos os corvos sao pretos. Com esse e o outro exemplo das pegadas na areia ele quer invalidar toda a metodologia empirica - indutivista universalizando a partir desses poucos exemplos para todas as areas da ciencia.

Ele poderia ter feito isso? E claro que nao, pois se a inferencia indutiva e invalida na pesquisa da natureza tambem e invalida na pesquisa filosofica epistemologica de Popper! Pois o que garante que boas inducoes possam dar resultados positivos na industria farmaceutica por exemplo? Se toda inducao deve ser abandonada entao as ciencias experimentais seriam imposssiveis, pois todos remedios sao pesquisados com algumas centenas de cobaias e caso de um resultado estatistico satisfatorio com a maioria da amostragem respondendo bem a atuacao do farmaco ele e aprovado para a comercializacao. Pelo metodo de Popper como nao da para provar que o farmaco e absolutamente eficiente em todos os pacientes (e de fato para alguns pacientes um remedio que funciona para uma maioria pode nao funcionar para ele, pois ele pode ter alguma enzima ou substancia em suas celulas que podem absorverem e neutralizar o efeito dos farmacos e provavelmente essa e a origem de tantos remedios diferentes para o mesmo problema de saude) entao ele deve ser descartado como nao cientifico e nao deve ter aprovacao dos medicos, ja que nao e possivel falsea lo denonstrando que o remedio nao funciona para os pacientes  e nem e possivel eleva lo a categoria de cientifico ja que funciona somente para um grupo de pessoas.

De modo que se as ciencias experimentais fossem seguir na risca a falseabilidade de Popper nunca teriam produzido absolutamente resultado algum sendo totalmente estereis.

Popper quis refutar definitivamente a inducao na ciencia com a inducao precaria que ele fez de alguns exemplos de inducoes mal sucedidas. Isso chama irracionalidade, desonestidade e vigarice! So eu posso fazer inducao para refutar o procedimento indutivo e todos os empiristas. Depois que eu fiz isso ninguem mais pode me refutar, pois sou o dono da verdade ultima e absoluta sobre o metodo cientifico.

Colonizacao espacial e hipotese da inducao atmosferica.



Creio que e possivel habitarmos qualquer planeta sem necessidade de um sol estar na mesma distancia da terra e tambem sem necessidade de esse planeta ter as mesmas condicoes para abrigar a vida que a terra tem atualmente.

Mas como isso seria possivel?

Bom se poderia fazer pesquisas em Marte por exemplo e montar estufas la para cultivo artificial de materiais, elementos e moleculas componentes da atmosfera.

Por um processo de inducao atmosferica artificial guiado inteligentemente e conscientemente pelos astronautas e cientistas talvez se conseguiria dar origem a formacao a de uma atmosfera em marte aproximadamente tao rica como a da terra. Para isso precisariamos transportar da terra para marte algumas naves - tanques com colossais reservas de  agua, de ozonio, gas carbonico e ainda naves com colonias de bacterias para induzir a formacao e aumento dos gases componentes da atmosfera terrestre em Marte de acordo com a teoria evolutiva atual de que bacterias teriam contribuido para a formacao e enriquecimento da atmosfera da terra com o componente oxigenio.

Poderia ser testado tambem se a agua pode se reproduzir ou aumentar sua quantidade num ambiente de protoatmosfera nascente.
Ou se ela poderia ser captada de emissoes solares e transportada para a terra na forma de hidrogenio puro que seria misturado com o oxigenio produzido pelas bacteriais no laboratorio formando artificialmente  a famosa formula  H2O em laboratorio e entao estariamos fabricando agua artificialmente em Marte.

Desse modo simples nao precisaria desenvolvermos tecnologias ou naves com necessidades de abastecimentos em quantidades de energias infinitas e velocidade quase luminares para viajarmos a grandes distancias espaciais indeterminadas tateando as cegas varias localidades no cosmo antes de conseguirmos pousar em algum lugar seguro.

Lembrando ainda que uma colonizacao espacial se fara necessaria num futuro nao muito longuinquo caso a humanidade continue aumentando a populacao aceleradamente. Para mim hoje ja se faz absolutamente necessario um  projeto global de todas as nacoes para a colonizacao eapacial, pois ja somos 7.2 bilhoes de seres humanos no planeta terra, e a cada decada se continuarmos a nos expandir nessa velocidade chegara um tempo( talvez ja no proximo seculo) que havera pouco espaco para plantacoes e muitas nacoes terao necessidade de expansao territorial para sanear as necessidades de seus povos, podendo haver guerras generalizadas, novas possibilidades de guerras mundias e ate retorno a barbarie e canibalismo primitivo generalizado que animais irracionais e tribos humanas selvagens praticaram e ainda praticam como unico meio de saciarem suas fomes. Pois hoje ja temos muitos solos agricolas inutilizados por desertificacao, erosao e desgaste, fora os processos naturais de destruicao e as modificacoes geograficas humanas que agravam problemas ambientais como desmatamento e processo de urbanizacao acelerado que gera degradao dos solos, assoreamento de rios e ilhas de calor urbano que modificam o clima a nivel generalizado conforme mais urbanizada fica determinada regiao.

Entao hoje ja se faz mais do que punjante a necessidade de cada nacao comecar a investir num projeto de colonizacal espacial pensando no futuro dos seus cidadaos e na sobrevivencia futura da especie humana.

Se tal projeto dar certo conforme os moldes aqui citados por mim a humanidade poderia instalar colonias e ramificacoes de povoamento em alguns outros planetas ou satelites de planetas do sistema solar, como nos satelites de Jupiter por exemplo.