segunda-feira, 16 de março de 2015

Por que a teoria do big bang e um mito?

Por que nunca vimos nada, nenhum objeto brotar do nada!

Com minha hipotese do Cosmo Vivo defendo que as estrelas e galaxias nao sao inorganicas ou mortas, mas sim seriam como organelas ou orgaos que pulsam em expansao e contracao( sistole e diastole) como um coracao em piscadelas dentro de um possivel corpo cosmico vivo aonde estariamos aprisionados dentro, similar a vermes, virus e bacterias que sao biologicamente aprisionados e vivem dentro dos orgaos e organelas do nosso universo vivo microcosmico. O nosso universo por sua vez seria um organismo vivo que viveria nas dimensoes do multiverso cacando universos paralelos vivos para sua alimentacao. A dimensao do multiverso poderia ser um outro master organismo vivo maior que englobaria todos universos paralelos vivos como partes ou celulaas do seu corpo e se alimentaria de outros multiversos vivos na dimensao masterversica superior que e do lado de fora do seu corpo. O masterverso poderia ser apenas uma nova micro parte ou dimensao de outro sistema maior contida dentro dele. No masterverso poderia existir muitos masterversos paralelos vivos que se alimentariam e englobariam uns dos outros e competiriam pela vida. O masterverso seria apenas uma parte de uma dimensao ainda superior, o hiperverso aonde tambem seria composto por hiperversos vivos que estaria englobados dentro dele perfazendo sua unidade corporea e assim ao infinito tudo seria vivo e Gigantariano( Gigantares e meu conceito filosofico universal que significa englobador, que o ser ou estrutura fisica que aprisiona ou envolve coisas dentro do seu corpo, e englobado, que e o ser ou estrutura fisica que e envolvido dentro de outros corpos ou estruturas fisicas). E assim sucessivamente ao infinito... Defendo ao mei estilo poetico a tese do pre socratico Anaximandro que a parte esta no todo e o todo esta na parte, e que toda a materia cosmica e divisivel infinitamente!

Exemplos de aplicacao teorica - empirica - pratica da definicao do meu conceito filosofico Gigantares. Nos somos Gigantares, por que envolvemos e abarcamos micro seres vivos como bacterias, virus e vermes dentro do nossos corpos, alem de envolvermos dentro dele ainda orgaos e organelas dos nossos corpos como ossos, intestinos, sangue e etc... Tambem somos envolvidos em outras estruturas,antes de nascermos fomos envolvidos nos uteros de nossas maes, antes de nascermos eramos caules de plantas, carnes de animais e toda especie de alimentos ingeridos pela nossa mae e pai para a formacao do nosso organismo. O semem e formado dentro do saco do pai envolvido e protegido por ele, logo tambem e Gigantares. Com o ovulo idem. As carnes e alimentos que nossos pais ingeriram tambem estavam dentro das dermes de animais e vegetais, a polpa da fruta estava contida dentro da casca, logo tambem e gigantares. Com aa carnes dos bois idem. E o boi, frutas, nossos pais e todos nos tambem estamos tambem contidos dentro da mae terra, todos protegidos e envolvidos pelo involucro de nuvens e pela camada atmosferica. O sol por sua vez esta englobado nos bracos da via lactea. Essa por sua vez seria apenas uma celula ou organela do corpo cosmico possivelmente vivo que tem bilhoes e trilhoes dela, que estariam todas englobadas e aprisionadas dentro dele envolvidas por uma possivel derme de materia condensada que seria a causa das trevas ou escuridao no espaco interestelar ou intergalacteo (ver minha hipotese da origem sobre as trevas no espaco sideral, so digitarem desse exarp geito qie acham no google algum post no meu blog com a explicacao dessa hipotese).
Logo somos sempre Gigantares, que e minha teoria e panteismo hilozoista do ser. Tudo seria vivo, divino e eternamente Gigantares!

Tenho varias analogias e comparacoes em observacoes empiricas do mundo para sustentar essa minha hipotese. Temos o intestino grosso que tem formato muito parecido com uma cobra, temos veias nos corpos do nosso sistema circulatorio que sao identicas a ramificacoes de rios e imagens de raios que caem do ceu. No proprio ceu temos nebulosas e galaxias com imagens similares a de seres vivos na terra como a nebulosa olho de gato. Vaga lumes que cintilam como as estrelas com suas luzes corporeas nas noites terrestres. Animais marinhos florescentes que produzem luzes multiplas e coloridas por bioluminescencia parecendo verdadeiros microcosmos ilumonados no fundo do mar. E ae formos ficar comparando acharemos muitas similaridades.

Segundo a interpretacao de grande parte de estudiosos da historia da filosofia, quando Thales de Mileto escreveu que o universo estava cheio de deuses nada mais quis dizer que o universo era um organismo vivo e que era em si todo vivo(o que e denominado hilozoismo). Pitagoras tambem falava em respiracao cosmica e que o espaco do universo era todo permeado por um pneuma apeiron que o ar da respiracao cosmica. Buda tambem chegou a perceber empiricamente o animismo cosmico dizendo que o universo estava cheio dos fogos da vida.

Eu penso que a vida pode ser divina, eterna e infinita. Que finito seriam apenas os seres particulares, que nascem, se desenvolvem, reproduzem se e morrem infinitamente em toda eternidade sem nunca ter tido um comeco absoluto por um Deus!

A consciencia particular seria apenas temporaria e finita. Provavelmente se apaga com a morte e nunca mais volta a se acender ou continua existindo depois da morte como creem os espiritas!

11 comentários:

  1. No meu universo gigantariano cada envoltorio e uma dimensao. Dentro do meu corpo e uma dimensao em que vivem varios seres, dentro do corpo de outro animal ou vegetal e outra dimensao ou universo paralelo vivo em que vivem outros seres. Dentro da terra e outra dimensao gigantariana aonde vivem nos e todos os seres e assim indefinidamente Gigantares e aquilo que esta sempre dentro, envolvido em alguma dimensao. Quando morrermos e formos absorvidos por outros seres como vermes, bacterias, urubus e animais decompositores continuaremos sendo Gigantares, pois estamos sendo englobados dentro do todo - universo vivo desses seres, perfazendo sua unidade corporea atraves de fusao energetica - alimentar.

    Gigantares e meu conceito incondicionado ou o conceito supremo e absoluto do qual nada mais alem podemos chegar ou conhecer, o que Aristoteles chamava de Noesis Noesis. Pode ser representado por esferas concentricas ao infinito umas dentro das outras e vos apresento minha teoria do encasulamento infinito ou teoria de tudo.

    ResponderExcluir
  2. Complementando, e essas esferas seriam infinitas tanto para o macro como para o micro. Cada particula de poeira seria outro envoltorio aonde poderiam viver varios outros seres, esses por sua vez seriam outros envoltorios que poderiam conter outros seres dentro deles e assim se estendo microscopicamente ao infinito. Igualzinho se estenderia macroscopicamente no universo observavel!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. voce tem uma suposicao sem nemhum embasamento matematico e experimental em si, procure estudar melor as teorias da Fisica Moderna para compreender o que é ciencia de verdade.

      Excluir
  3. Esquematismo do meu materialismo gigantariano transcendental, o exato oposto do idelismo transcendental de Kant!

    https://www.google.com.br/search?q=exposi%C3%A7%C3%A3o+escher&es_sm=122&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=7PoCVbGxEpDlgwSzh4CACQ&ved=0CAcQ_AUoAQ&biw=1536&bih=758#imgrc=9SGGLfY_fzf7BM%253A%3BwT_Oszk7NlUB4M%3Bhttp%253A%252F%252Fmedia-cdn.tripadvisor.com%252Fmedia%252Fphoto-s%252F04%252Fa8%252F31%252F49%252Fpalacio-das-artes.jpg%3Bhttp%253A%252F%252Fwww.tripadvisor.com.br%252FLocationPhotoDirectLink-g303374-d1550286-i78131529-Palacio_Das_Artes-Belo_Horizonte_State_of_Minas_Gerais.html%3B337%3B450

    ResponderExcluir
  4. As imagens do meu esquematismo materialista - gigantariano - transcendental esta estampadas em vossos corpos!

    Eureka!

    Encontrei mais uma evidencia para minha cosmologia gigantariana do todo infinito quando observei meus dedos por acaso hoje!

    Vejam as fotos de impressoes digitais:

    http://www.fotosearch.com.br/fotos-imagens/impress%C3%A3o-digital.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahuahuahuahuahuahuahuahuahua que ridículo "meus dedos"

      Excluir
  5. As espirais das linhas de pele das digitais dos nossos dedos sao similates as espirais envolvedoras de galaxias no universo!

    ResponderExcluir
  6. Vao negar que nossos corpos sao um envoltorio constituido por varias camadas de materia em orgaos e carnes umas envolvendo as outras?

    Que existem seres vivos que moram dentro dos nossos corpos, assim como moramos dentro da terra envolvidos por suas camadas atmosfericas de nuvens e gases?

    Eu peguei os fatos observaveis o os sintetizei num conceito universal ao qual dei nome e definicao, criando minha visao de mundo. Claro que subindo muito para cima alem das estrelas eu estou especulando com hipoteses(alegacoes duvidaveis e incertas), mas ofereci aqui varias evidencias empiricas indiretas para sustentar minhas hipoteses cosmicas. Como brilho das estrelas que cintilam como as batidas do nosso coracao, imagens de seres vivos em nebulosas e varias galaxias como no exemplo da nebulosa olho de gato, nossas veias em formato de ramificacoes que parecem ramificacoes de bacias hidrograficas, raios no ceu que se parecem com nossas veias do sistema circulatorio, vagalumes que produzem luzes em seus corpos por bioluminescencia( se um vagalume produz luz em seu corpo, o universo por ser indefinidamente maior que um vagalume, pode ser vivo e ter orgaos no corpo ou celulas que ardem em fogo luminar na forma de estrelas, galaxias e muitos objetos celestes brilhantes, pois e bem maior que um vaga lume para sustentar as imensas temperaturas das estrelas, galaxias e corpos astronomicos que ardem no possivel interior do seu corpo vivo organico), animais marinhos fluorescentes que iluminam o fundo do mar com as luzes do seus corpos parecendo se com galaxias e estruturas em fotos tiradas do universo por telescopios e etc...

    Minhas teorias ainda explicam a vida, pois e totalmente ilogico e miraculoso pensar que a vida brotou da pura materia morta, inorganica e inanimada. Na minha teoria a vida organica da terra nao tem origem a partir do nada, mas sim teria se originado como uma provavel modificacao do possivel corpo cosmico vivo, parida no interior desse corpo onde possivelmente estariamos aprisionados como vermes, bacterias e virus estao aprisionados dentro do nossos corpos que sao suas moradas e seus universos vivos aonde vivem( fatos biologicos cabais e indubitaveis).

    Do mesmo modo que um virus da gripe pode ser expulso para fora de nossos corpos com um espirro, dentro do universo tambem poderiamos estarmos sendo expulsos para fora do seu possivel corpo vivo atraves de dutos excretores, o proprio universo poderia ser uma massa de materia excretora que estaria sendo ejetada para fora desse corpo em dimensoes superiores do multiverso e nos estariamos aprisionados no interior dessa massa assim como virus e bacterias sao ejetados para fora do nossos universos vivos corporeos nas fezes, em seu interior pelo suor e no meio de secrecoes nazais. Do mesmo modo que os virus e bacterias nao percebem que sairam dos nossos corpos por serem muito minusculos e nao terem olhos ou sensibilidade para perceberem que mudaram de dimensao ou se elevaram a dimensao gigantariana terrestre, tambem nos, por termos sentidos adaptados apenas para percebermos coisas dentro do universo observavel aonde estamos acostumados com os sentidos nao perceberiamos que o universo teria saido de fora do corpo vivo multiversico sendo ejetado para a dimensao superior do hiperverso( ou megaverso? Me perdi nas minhas proprias definicoes, me ajudem?). Se o universo fosse uma massa de materia excrementosa que estaria sendo ejetado do corpo do possivel multiverso vivo, as paredes densas dessa massa nos tampariam nossa visao do multiverso e nos protegiria de sermos destruidos pelas diferencas de ambiente, temperatura e pressao das possiveis dimensoes do hiperverso em relacao a dimensao do multiverso aonde estariamos dentro anteriormente, de modo que ate a massa de materia excrementosa cosmica se desgatar com a temperatura do ambiente hiperversico demoraria muito tempo, talvex muitos milhoes de anos e nao prceberiamos jamais que teriamos mudado de dimensao, passando de uma inferior no interior do multiverso para outra superior no mega ou hiperverso!

    ResponderExcluir
  7. Mas velho você é muito burro. Depois do hiperverso vem o multi-hiperverso,
    e Gigantariano tá errado, é o universo dos Gigantanos que vem depois do multihiper-verso.
    Esse teu método científico ta todo errado, você deveria ter derivado a gravidade g=10, e e depois integrado com relação a velocidade da luz, dai você teria achado que o número máximo de universos é 11 apenas.

    ResponderExcluir